Array ( [0] => [1] => noticia [2] => 12-04-2018+0rquestra+sinfa%EF%BF%BDnica+de+sorocaba+comemora+26a%EF%BF%BD+aniversa%EF%BF%BDrio+da+fundec [3] => 359 ) FUNDEC - FUNDAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO CULTURAL DE SOROCABA
Image 1 Image 1

12/04/2018 - Orquestra Sinfônica de Sorocaba comemora 26º aniversário da FUNDEC

Orquestra Sinfônica de Sorocaba comemora 26º aniversário da FUNDEC

Orquestra Sinfônica de Sorocaba conta com solo de tuba em concertos em homenagem à FUNDEC

 

 A FUNDEC (Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba) completa 26 anos no mês de abril e comemora a data com uma programação especial de eventos, que vai desde concertos e recitais especiais a apresentação infantil com contação de história e o Coro Infantil da FUNDEC.

 

 Abrindo a programação de aniversário, a Orquestra Sinfônica de Sorocaba, sob a regência do maestro Eduardo Ostergren, trará a comédia “As Vespas” do autor grego Aristofanes que foi apresentada no ano de 422 antes de Cristo, uma obra de cunho satírico que criticava e ridicularizava uma das instituições mais consagradas da antiga Grécia:  As cortes e os advogados, muito especialmente estes que rodeavam os tribunais esperando os clientes para oferecer seus serviços em situações litigiosas. Esta comédia foi por considerada por muitos especialistas como uma das mais consagradas obras deste autor. A obra de Ralph Vaughan Williams foi composta como música de cena para acompanhar a produção teatral desta comédia. Os vários movimentos orquestrais ilustram as diversas cenas contrastantes tanto tensas quanto humorísticas da obra. No concerto serão executadas a abertura inicial e a curiosa “marcha dos utensílios de cozinha”.

 

O Concerto para Tuba e Orquestra em fá menor também de Ralph Vaughan Williams foi escrito em 1954 para o tubista Philip Catelinet, principal tubista da Orquestra Sinfônica de Londres que a executou, neste mesmo ano, em primeira audição mundial sob a regência do maestro Sir John Barbirolli.  O que Inicialmente pareceu ser uma idéia excêntrica por parte de um compositor de idade já avançada, logo se consagrou como uma das composições mais conhecidas deste autor e uma das obras fundamentais do repertório dos tubistas. Os três movimentos desta obra exibem melodias folclóricas de natureza lírica ao mesmo tempo explorando os diversos registros sonoros do instrumento, que serão executados pelo tubista Alberto Tavares Dias.

 

Fechando o programa, Beethoven escreveu a Sinfonia no. 8 em Fá maior entre os anos de 1809 e 1812.  Ela foi chamada de “pequena sinfonia” por causa de sua mais breve duração em contraste com a sinfonia que a precedeu, a Sétima, de proporções bem mais extensas.

 

Beethoven começou a fazer os primeiros esboços da Sinfonia nº 8 em 1811, enquanto ainda compunha sua Sétima Sinfonia. Mas foi apenas no verão de 1812 que ele pôde realmente se dedicar à composição da nova obra. A Oitava ficou pronta em outubro, e a estreia só aconteceria dois anos mais tarde, em 27 de fevereiro de 1814, em um concerto em Viena regido pelo próprio compositor. Beethoven já estava com a surdez avançada e tinha dificuldades em reger suas obras. Em trechos complexos, os músicos preferiam seguir o líder dos violinos -  o “spalla” a acompanhar o regente.

 

A Sinfonia nº 8 não possui um movimento lento. Muitas vezes se disse que o segundo movimento (Allegretto scherzando) teria sido escrito em homenagem a Johann Nepomuk Mälzel, amigo de Beethoven e conhecido pelo aperfeiçoamento do metrônomo. Mas, o tique-taque das madeiras e a leveza do tema das cordas são quase uma citação do segundo movimento da Sinfonia nº 101 de Haydn, conhecida como “sinfonia do relógiio” 

 

O terceiro movimento é, curiosamente, um minueto (Tempo di Menuetto). Desde sua Sinfonia nº 2 Beethoven substituíra o minueto, tão comum em Haydn e Mozart, pelo scherzo. E o quarto movimento (Allegro vivace) mais parece uma brincadeira musical à moda de Haydn. Os dois temas apresentados com clareza para que o ouvinte não se perca ao longo do caminho levam a uma longa coda que produzem um final brilhante.

 

 

Do solista:

Alberto Tavares Dias – tuba

Mestrando em Música pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Iniciou seus estudos musicais, em 1994, na Banda Marcial do Colégio São Carlos, sob a orientação do professor Edson Penteado. Formou-se, em 2005, Bacharel em Música na modalidade Instrumento/Tuba pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde estudou orientado pelos professores Paulo César da Silva e Wilson Dias. Em 2008, formou-se, também pela Unicamp, Bacharel em Música na modalidade Composição. Atualmente estuda instrumento sob a orientação do Professor Marcos dos Anjos Júnior e é orientando acadêmico do professor Dr. Paulo Adriano Ronqui.

 

É tubista das bandas sinfônicas das cidades de Nova Odessa e de Hortolândia. É professor da classe de Tuba e Eufônio no Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia.

 

 Foi Tutor Virtual na Educação à Distância (EAD) pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) de 2007 até 2015.

 

Já atuou em diversos grupos como a Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas, Orquestra Experimental da Universidade Federal de São Carlos, Orquestra de Metais e Banda Marcial do Colégio São Carlos, Banda Musical Carlos Gomes e no Quinteto de Metais Metalmorfose. Também atuou como músico convidado junto a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, a Banda Sinfônica de Sumaré, a Orquestra Filarmônica Brasileira e Orquestra Sinfônica Jovem do Interior. Apresentou-se como solista à frente da Orquestra Comunitária da Unicamp, Banda Sinfônica Municipal de Hortolândia, Orquestra Sinfônica da Unicamp, Banda Sinfônica Municipal de Nova Odessa, Orquestra de Metais do Colégio São Carlos e Banda Carlos Gomes.

 

 

História da Fundec

Com o objetivo de administrar a Orquestra Sinfônica de Sorocaba, a FUNDEC nasceu no dia 14 de abril de 1992, por meio de uma parceria com a Prefeitura Municipal de Sorocaba. É uma entidade civil de direito privado sem fins lucrativos, que tem como objetivo incentivar a cultura na cidade.

 

Hoje a instituição administra vários projetos, além da Orquestra Sinfônica de Sorocaba: Banda Sinfônica da FUNDEC, Orquestra Experimental da FUNDEC, Orquestra Orff, Núcleo de Coros, Grupo de Choro e Big Band FUNDEC, Quarteto de Cordas, Quinteto de Metais e Duos (piano e flauta, flauta e violão e piano e trompete) e Núcleo de Artes Cênicas. Além disso, gerencia o Instituto Municipal de Música de Sorocaba, que oferece cursos gratuitos de instrumentos, canto lírico, coral e artes cênicas.

 

 

 

SERVIÇO

Concertos da Orquestra Sinfônica de Sorocaba

Dias 12 e 15 de abril, às 20h e às 19h

Entrada: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia-entrada)

Os ingressos para o espetáculo de 12/04 poderão ser comprados apenas no dia do evento, a partir das 8h30min. Para o concerto de domingo, a venda de ingressos será realizada na sexta-feira anterior (13/04), das 8h30min às 18h. No dia do evento, ingressos remanescentes serão vendidos com uma hora de antecedência.

Local: Sala Fundec (Rua Brigadeiro Tobias, 73, Centro)

Telefone: (15) 3233-2220

Últimas Notícias